Curso online de O Brincar e o Aprender na Educação Infantil

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Educação Física: dilemas da disciplina no espaço escolar






Na última década, o amadurecimento das linhas de pesquisa que estudam a inserção da Educação Física na escola convida pesquisadores a revisitarem o material já produzido sobre o tema com o intuito de reorientar o campo e/ou produzir novas interpretações sobre essa disciplina no currículo escolar. Este artigo analisa cinco dissertações de mestrado, elaboradas a partir de pesquisas realizadas em escolas nas cidades do Rio de Janeiro (RJ) e Vitória (ES), que tomam como objeto a Educação Física escolar e suas representações no território contestado do currículo com o objetivo de compreender como a esta disciplina está inserida na dinâmica institucional das escolas estudadas e quais dilemas esta disciplina apresenta no cotidiano Os estudos tiveram a escola e a Educação Física escolar como temas centrais e foram realizados nos Programas de Pós-Graduação em Educação Física da Universidade Gama Filho (Brasil) e em Educação Profissional do Instituto Superior Pedagógico para la Educación y Técnica Profesional (Cuba), nas quais a escola e a Educação Física escolar são temas centrais. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa onde, através da análise de documentos, realizamos novas leituras e interpretações desses estudos no sentido de compreender como a Educação Física se insere na dinâmica do espaço institucional da escola e quais dilemas esta disciplina apresenta no cotidiano das instituições pesquisadas.

Os trabalhos analisados são os seguintes: a) “A educação física e a formação corporal em uma escola progressista: um olhar etnográfico” (Lucas, 2004); b) “A educação física no CETEP Marechal Hermes: um estudo do cotidiano escolar” (Da Costa, 2004); c) “Proposta pedagógica para reduzir o absenteísmo dos alunos de ensino médio do Centro Federal de Educação Tecnológica do Espírito Santo na disciplina de educação física” – CEFETES (Calado, 2003); d) “Proposta de um plano de ações para a superação docente dos professores da disciplina educação física do CEFETES” (Comassetto, 2003); e) “A educação física e o projeto político-pedagógico do colégio Estadual Visconde de Cairu: proximidade ou distanciamento?” (Trotte, 2005). Vale ressaltar que os estudos foram realizados em escolas públicas das redes federal e estadual, com exceção do trabalho de Lucas (2004), realizado numa escola de administração comunitária de caráter privado.

O ponto comum que pode ser extraído dos estudos são os dilemas vividos e representados da Educação Física no cotidiano de escolas da educação básica. Os pesquisadores realizaram trabalho de campo de observação e de inquirição com alunos, professores e agentes do corpo administrativo das escolas investigadas. Para a coleta de dados, foram utilizados recursos metodológicos como diários de campo, entrevistas e questionários com a comunidade escolar. As dissertações analisadas foram apresentadas entre os anos de 2003 e 2005 e representam a proposta de pesquisa do grupo envolvido com esses estudos.

Análises dessa natureza começam a constituir-se em tendência na área, pois as produções da década de 1980 até a metade da década de 1990 se caracterizaram como propostas ensaísticas que  propunham “modelos pedagógicos ideais” para a escola básica. Tais modelos tiveram desdobramentos e produziram impacto na formação universitária nas áreas de educação e Educação Física, na atuação de professores nas escolas – mesmo não sendo em larga escala –, e também inspiraram a construção de propostas pedagógicas municipais, estaduais e federais. Os debates sobre o impacto desses modelos ou propostas pedagógicas no cotidiano dos professores de Educação Física na educação básica ainda constituem um tema que não atingiu o consenso. No entanto, é necessário realizar mais estudos que captem seu impacto nas discursividades e práticas curriculares (Muniz, Resende, Soares, 1998; Castellani Filho, 2002; González, Fensterseifer , 2009; Taborda de Oliveira, Oliveira, Vaz, 2008; Machado, Bracht, Faria, Moraes, Almeida, Almeida, 2010).

Os trabalhos selecionados, mesmo tendo recortes diferenciados, apresentam informações relevantes que serão confrontadas, no sentido de obtermos um quadro mais completo para pensar a Educação Física e seus dilemas no cotidiano escolar.

Leia o artigo completo

Se você quer ter Planos de Aulas de Educação Física para enriquecer suas aulas, conheça o TOP 100 Educação Física Escolar, que tem 100 Planos de Aulas com atividades diversificadas de esportes. Clique aqui e veja! 


Comente:


Você não pode perder:

500 jogos e brincadeiras
Aprenda Planejar Aulas de Educação Física
Atividades Físicas de Alunos Especiais


Popular

Arquivo do blog