Curso online de O Brincar e o Aprender na Educação Infantil

segunda-feira, 13 de julho de 2015

07:25

Curso Online de Voleibol: Iniciação e Formação de Equipes

Curso Voleibol: Iniciação e Formação de Equipes

O curso Voleibol: Iniciação e Formação de Equipes  oferece ao profissional de Educação Física conhecimentos sobre história, regras, aspectos táticos, aspectos técnicos e muito mais.

Saiba mais sobre o curso online de Voleibol

O Portal Educação em suas atribuições, tem por objetivo oferecer aos profissionais e estudantes uma prática constante de atualização, por intermédio da EaD (Educação a Distância).Também visa disponibilizar aos participantes, acesso ao ensino de qualidade com eficácia no aprendizado, fornecendo   recursos tecnológicos inovadores, como conteúdo on-line, animações, videoconferência, exercícios de fixação e objetos de aprendizagem, que auxiliam na formação do cidadão contemporâneo, crítico e atuante na sociedade.

Objetivos Específicos
 

  • Instruir acadêmicos e profissionais os passos que devem ser seguidos para o aprendizado do voleibol, como proceder desde o início do ensino até a formação de equipes competitivas.

quinta-feira, 2 de julho de 2015

07:31

O forró e outras danças no contexto da Educação Física Escolar

 
Vocês ouvem  forró? O que sabem sobre o ritmo? Foto: Patrícia Stavis

As festas juninas são uma grande oportunidade para a introdução do forró nas aulas de Educação Física. Porém, não é só o forró que pode ser usado como instrumento de dança nas aulas.

Na escola, a prioridade não é a performance, então nada de criar coreografias muito complicadas. O objetivo principal é a experimentação e o desenvolvimento da consciência corporal. O fundamental é as crianças conhecerem os limites entre o próprio corpo e o do colega."

Não se prezar pela precisão e fazer experimentações não é o mesmo que deixar os alunos fazerem quaisquer movimentos ou pedir que apenas repitam uma dança conhecida. É essencial que novos desafios sejam apresentados.

Para que os alunos  analisarem outras maneiras de dançar, é legal o professor apresentar vídeos em que o forró (ou outras danças) apareçam em diversos contextos, como em shows de artistas profissionais, bailes e aulas. Todos discutiram sobre o que estava sendo visto: "Essas pessoas dançam sempre em casais?", "Como ficam as mãos sobre o parceiro?", "Como são os passos?", "O homem e a mulher ficam sempre próximos?", "Quais as semelhanças e diferenças entre o forró e outros ritmos que conhecemos?".


Além de incrementar as informações sobre as danças atuais, é importante colocar a dança como elemento cultural e o forró faz parte da cultura e da história do país e que havia outros importantes representantes do ritmo. Falou de Luiz Gonzaga (1912-1989), de Dominguinhos e do Trio Virgulino, artistas mais antigos e desconhecidos dos estudantes, que têm em média 9 anos, e discorreu sobre as diferentes manifestações e os instrumentos utilizados tradicionalmente. Mais uma vez, eles ouviram as músicas e dançaram um forró diferente do que conheciam.

Uma das dificuldades do professor pode ser a formação dos casais, já que os pequenos tinham vergonha de dançar com o colega de outro sexo. 

Intercalar momentos de discussão, apreciação, estudo da história e muita prática, os alunos tiveram um contato mais aprofundado com os movimentos típicos do forró. A dança faz parte das manifestações da sociedade. É necessário que se considerem todas as relações que a cercam.

Popular

Arquivo do blog