Curso online de O Brincar e o Aprender na Educação Infantil

quinta-feira, 31 de julho de 2014

08:09

Dois Cursos Online para Educação Física Escolar


Um dos principais motivos para esse crescimento dos cursos online é a flexibilidade que o ensino à distância oferece. Se o estudante não tem tempo para estudar nos horários convencionais das aulas, nos cursos online esse problema não existe. A qualquer horário, a pessoa pode acessar as aulas e realizar os exercícios de acordo com o seu próprio ritmo.

Pensando nisso, separamos dois cursos online para atualização de profissionais que atuam com a Educação Fisica Escolar.

Curso de Avaliação Física Escolar

Curso Avaliação Física Escolar

O curso Avaliação Física Escolar, por meio da Educação a Distância, oferece ao profissional de Educação Física o conhecimento sobre medidas e avaliação em educação física, antropometria, testes de agilidades, capacidade respiratória e muito mais.

Clique aqui para saber mais informações

O outro curso é sobre Educação Física Adaptada

Curso Educação Física Adaptada

O curso Educação Física Adaptada, por meio da Educação a Distância, oferece ao profissional conhecimentos sobre epidemiologia, deficiência física no Brasil, deficiência visual, deficiência auditiva, esportes adaptados e muito mais.

Saiba maiores informações sobre esse curso

São dois cursos que complementam o conhecimento do profissional, que tem que estar atento as mudanças do mercado.

Espero que vocês aproveitem essas dicas. Ate a próxima.


quarta-feira, 30 de julho de 2014

14:47

Video: Jogo de Quadribol na Escola





Os sete jogadores do time ocupam quatro posições dentro do jogo: três artilheiros (chasers), dois batedores (beaters), um apanhador (seeker) e um goleiro (keeper).

Apanhador

A função do apanhador (seeker) é capturar o pomo de ouro. Em cada time de quadribol existe um apanhador, se ele for atingido por um balaço, não pode ser substituído. Os apanhadores, devem se movimentar por todo o campo para capturar o Pomo de Ouro, porém deve tomar cuidado com os balaços.

Artilheiro

Os artilheiros (chasers) são os únicos, além do goleiro, autorizados a manter a posse da goles; sua função é marcar gols. Cada time possui três artilheiros. São sujeitos aos ataques dos balaços, por isso devem ter grande habilidade para se esquivar deles. Os Artilheiros, devem movimentar a goles pelo campo e tentar marcar pontos arremessando-a por entre os aros.

Batedor

Há dois batedores (beaters) em cada time, equipados com um taco cada. O seu objetivo é afastar com bastonadas os balaços dos jogadores da sua equipa e colocá-los na rota dos adversários, similares a zagueiros. Protegem os apanhadores. Os Batedores, devem rebater os balaços com seus bastões, para dificultar a movimentação dos artilheiros e do apanhador do time adversário.

Em geral são escolhidos rapazes para essa posição, por causa da força física necessária para manejar os tacos e rebater os balaços, mas garotas também podem ser batedoras.

São jogadores que precisam de muita habilidade para voar e ter grande equilíbrio porque, às vezes, é preciso usar as duas mãos para rebater um balaço mais violento.

Goleiro

O goleiro (keeper) é o jogador de quadribol encarregado de defender os três aros, evitando que os artilheiros, de posse da goles, marquem gols. No início do quadribol, os goleiros amarravam-se aos aros com uma corda, para não saírem de perto deles. Hoje, existe uma área que facilita o serviço. Os Goleiros, devem defender todos os arremessos lançados pelos artilheiros, defendendo os aros e passando a goles para os artilheiros de seu time.

segunda-feira, 7 de julho de 2014

04:44

Quatro exercícios cooperativos para aulas de educação física



A educação física é uma parte essencial na vida escolar de uma criança, não só devido ao problema crescente da obesidade infantil, mas também porque muitas das lições que as crianças aprendem através de brincadeiras e atividades físicas podem ser aplicadas à vida. Jogos cooperativos de educação física proporcionam às crianças as ferramentas que precisam para aprender a interagir solidariamente com os outros na sociedade.

O Titanic

Quando se elabora uma atividade para a aula de educação física, é importante que ela seja divertida. A brincadeira do Titanic é divertida e desafiadora, uma atividade de cooperação ideal para crianças do jardim de infância ao ensino médio. O conceito é simples: os alunos estão em um barco que está afundando (o Titanic), e devem embarcar em outro barco antes do Titanic afundar. Para fazer isso, use dois bancos representando os barcos, colocados a cerca de 1,80 metro de distância um do outro. Para os alunos trocarem de embarcação com segurança, eles devem atravessar a água gelada em botes salva-vidas. Use bambolês como botes. O aspecto de cooperação entra durante o transporte. Botes salva-vidas precisam de condutores, e só podem levar um passageiro de cada vez. Assim, os alunos devem se revezar transportando uns aos outros para o navio seguro. Imponha um limite de duração para que os alunos sejam obrigados a trabalhar juntos em um tempo hábil.

Quebra-cabeças humano

O quebra-cabeças humano é um jogo que depende muito da capacidade de comunicação para o seu sucesso, e funciona para alunos de todas as idades. Antes do início da atividade, é importante ter uma discussão com os alunos sobre formas respeitosas de se comunicar com os outros (como, pedindo, não contar, falar, não gritar) A atividade em si é simples. Crie desenhos no chão da quadra usando fita adesiva colorida. Exemplos de símbolos podem ser qualquer coisa relacionada à educação física, ou relacionados a uma determinada época ou tema da aula. Peça para que o grupo de alunos escolha um líder. O líder deve usar as palavras para instruir cada membro do grupo a mova seus corpos de modo que o grupo como um todo cubra completamente o desenho no chão. Os membros do grupo não podem se mover sem ordem do líder, mas eles são incentivados a fazer perguntas. Isso instruirá os alunos a serem bons ouvintes e melhorará habilidades de comunicação, assim como a cooperação entre eles.

Trocando as bolas

Este jogo envolve uma enorme quantidade de cooperação entre os alunos, bem como demandas físicas importantes. Em primeiro lugar, coloque uma grande bandeja no centro do ginásio contendo 50 bolas de tênis, todas com letras do alfabeto escritas. Divida a turma em cinco equipes, e coloque-as nos cinco pontos mais distantes da quadra. Dê a cada equipe um bambolê. O objetivo do jogo é fazer com que cada grupo crie uma palavra de cinco letras usando as letras das bolas. No lugar, um membro de cada equipe deve correr até o centro, escolher uma bola e voltar ao grupo. Então, outro membro deve repetir o processo. Depois que a equipe tiver acumulado cinco bolas, eles podem começar a trocá-las para formar a palavra desejada, sendo que cada equipe nunca pode ter em seu poder mais do que cinco bolas. Aumente a quantidade de letras das palavras conforma a faixa etária dos alunos.

Nós de amizade

Para esta atividade não será necessário nenhum material além de seus alunos. Certifique-se de executar alguns alongamentos básicos antes de começar. Divida a turma em grupos de sete, e peça para que formem um círculo de forma que fiquem de frente uns pros outros. Peça para eles pegarem as mãos de duas pessoas diferentes, e alerte-os de que eles não podem segurar as mãos das pessoa de cada lado deles. Uma vez que eles tornaram-se emaranhados, dê um limite de tempo para desembaraçar o nó e retornar à formação em círculo original. Às vezes, um símbolo em forma de oito, também é aceitável. Os alunos não poderão a falar durante toda a atividade, o que lhes ensinará que a comunicação não-verbal é tão essencial quanto o discurso quando se trata de cooperação.

Popular

Arquivo do blog