Segunda fase de iniciação esportiva








http://surfexcel-in-india.s3.amazonaws.com/2013/10/shutterstock_59018779-e13805549017252.jpg

A fase de iniciação esportiva II é marcada por oportunizar os jovens à aprendizagem de várias modalidades esportivas, atendendo crianças e adolescentes da 6º ao 7º ano do ensino fundamental, com idades aproximadas de 11 a 12 anos, correspondente à primeira idade puberal. Partindo do princípio de que a fase de iniciação desportiva I visa à estimulação e à ampliação do vocabulário motor por intermédio das atividades variadas específicas, mas não especializadas de nenhum esporte, a fase de iniciação esportiva II dá início à aprendizagem de diversas modalidades esportivas, dentro de suas particularidades.

Drive Virtual com material sobre Educação Física Escolar

Competências Físicas:
Resistência, velocidade, controle de bola, visão periférica, noção espaço-temporal, noção de Ataque-Defesa.

Competências Sociais:
Atitude cooperativa, controle emocional, ação grupal, liderança e cumplicidade, relação com o perder e ganhar.

Competências Psíquicas:
Relação erro/acerto, raciocínio defensivo e ofensivo, relação derrota/vitória, confiança do grupo, táticas individuais.

Em relação à diversificação e à aprendizagem de várias modalidades esportivas, Bayer (1994) entende que, em nível de aprendizagem, o "transfer" é admitido, ou seja, a transferência encontra-se facilitada logo que um jogador a perceba na estrutura dos jogos desportivos coletivos. Assim, os praticantes transferem a aprendizagem de um gesto como o arremessar ao gol no handebol, a cortada do voleibol ou o arremesso da cesta no basquetebol. Trata-se, então, de isolar estruturas semelhantes que existem em todos os jogos coletivos desportivos para que o aprendiz reproduza, compreenda e delas aproprie-se. Entretanto, o autor adverte: "ter a experiência duma estrutura não é recebê-la passivamente, é vivê-la, retomá-la e assumi-la, reencontrando seu sentido constantemente" (Bayer, 1994, p. 629).

Nessa fase, a escola é o melhor local para a aprendizagem, pois, existem inúmeros motivos para que as crianças e adolescentes procurem os desportos, entre eles: encontrar e jogar com outros garotos, diversão, aprender a jogar e ainda, na escola, o professor terá controle da freqüência e da idade dos alunos, facilitando as intervenções pedagógicas. No âmbito informal, como no clube desportivo, isso pode não ocorrer, mas a função do professor/técnico do clube deve propiciar à criança o mesmo tratamento pedagógico que esta recebe na escola, para facilitar o desenvolvimento dos alunos/atletas.

Fonte

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder:

Entre no Grupo de Whastapp
100 Planos de Aulas + 100 atividades para Educação Física Escolar
800 atividades para Educação Física


Segunda fase de iniciação esportiva Segunda fase de iniciação esportiva Reviewed by Dani Souto EF on 06:05 Rating: 5

Curta e Siga em Rede Sociais