Educação Física Escolar e a Obesidade Infantil








Olá, eu sou a Dani e esse texto fala sobre Educação Física Escolar e a Obesidade Infantil. Antes de começar a lê-lo, siga o blog nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter. Você também pode entrar nos grupos de Whatsapp ou no grupo do Telegram . Agora, vamos à leitura!




A obesidade infantil afeta tanto os países desenvolvidos e em desenvolvimento de todos os grupos sócio-económicos, independentemente da idade, sexo ou etnia. A ocorrência do excesso de peso na infância aumenta a possibilidade dessas crianças continuarem obesas na vida adulta, fato que acarreta uma preocupação pela condição da obesidade ser considerada como uma doença resultante do acúmulo natural ou excessivo de gorduras sob a forma de tecido adiposo de maneira que venha causar algum prejuízo a saúde.

Pessoas com sobrepeso e obesidade quando comparados aos indivíduos com peso normal, possuem maior risco de desenvolver diabetes mellitus, dislipidemia e hipertensão arterial, condições que favorecem o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

A educação física é uma prática pedagógica que trata da cultura corporal de movimento objetivando introduzir e integrar os alunos na cultura corporal de movimento, desde a educação infantil até o ensino médio, formando os cidadãos que irão usufruir partilhar, produzir e transformar as manifestações que caracterizam essa área. Todos os alunos devem participar das aulas de educação física que é considerada como um componente curricular da escola e um direito do cidadão

As iniciativas de prevenção do sobrepeso e obesidade devem ser iniciadas antes da idade escolar e mantidas durante a infância e a adolescência, para que se tornem mais eficazes. Portanto a função proposta aos professores de educação física é a de incorporarem nova postura frente à estrutura educacional, procurando adotar em suas aulas, não mais uma visão de exclusividade à prática de atividades esportivas e recreativas, mas, fundamentalmente, alcançarem metas voltadas à educação para a saúde, mediante seleção, organização e desenvolvimento de experiências que possam propiciar aos educandos não apenas situações que os tornem crianças e jovens ativos fisicamente, mas, sobretudo, que os conduzam a optarem por um estilo de vida saudável ao longo de toda a vida.

Os benefícios da atividade física para obesos podem incluir queima de calorias e perda de peso, manutenção da tonificação dos músculos, melhora do metabolismo e da circulação, diminuição do apetite e do estresse etc.

A prática física, na rotina de indivíduos obesos, também confere melhorias na qualidade do sono e na prevenção de problemas de pressão sanguínea e de colesterol alto.

Por isso,  é necessário haver uma contribuição efetiva tanto do professor de Educação Fìsica como da comunidade escolar para conscientização das pessoas a partir da educação voltada para a saúde, dessa forma a instrução torna-se decisiva na formação de cidadãos capazes de decidir sobre sua saúde e bem-estar.

Antes de terminar esse post, preciso falar que professor Paulo Gentil resolveu abrir o jogo e colocar em evidência tudo que aprendeu em todos os anos de estudo e experiência profissional que possui. Ele compilou seu conhecimento numa Master Certification Paulo Gentil com debate de assuntos como emagrecimento, obesidade, hipertrofia e exercícios para mulheres, crianças e idosos. Bem completo. Clique aqui e saiba mais!




Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder:

Entre no Grupo de Whastapp
100 Planos de Aulas + 100 atividades para Educação Física Escolar
800 atividades para Educação Física


Educação Física Escolar e a Obesidade Infantil Educação Física Escolar e a Obesidade Infantil Reviewed by Dani Souto EF on 07:45 Rating: 5

Curta e Siga em Rede Sociais