sexta-feira, 21 de junho de 2019

Atenção à Escoliose Infantil na Escola






A má postura e o próprio estirão de crescimento são as principais causas da escoliose na coluna na infância. O sobrepeso, também cada vez mais frequente nas crianças, também é um fator de risco para a escoliose porque muda o centro de gravidade do corpo, forçando a curvatura da coluna. Resta aos pais ficarem atentos aos hábitos alimentares e verificar qual é a postura da criança ao se sentar, ao carregar peso e se há queixas frequentes de dores nas costas. O professor de Educação Física na Escola também pode ajudar neste processo de identificação e encaminhamento para o melhor tratamento.

A identificação do problema ainda na infância e de forma precoce é fundamental para que o desvio seja revertido e a criança volte a ter a coluna alinhada. Quando a escoliose não é estrutural a coluna ainda possui flexibilidade para restaurar sua condição. Já quando ela passa a ser estrutural significa que as articulações já sofreram um severo desgaste e, nestes casos, não há cura.

Quando houver suspeita de escoliose é importante que a criança passe por uma minuciosa avaliação médica, com a observação da parte estética e de exames de imagem. Só assim será possível iniciar um tratamento que seja adequado ao quadro clínico da criança e alcance os resultados esperados. Uma das formas de tratamento que pode ser utilizado é a Reeducação Postural Global, a RPG. Essa técnica restaura toda a morfologia da coluna porque diminui a rigidez e libera as articulações. Uma grande vantagem desta terapia é tratar o corpo de forma global, como o próprio nome diz. Para isso, é feito um trabalho de consciência corporal para que o(a) paciente aprimore seu autoconhecimento e incorpore mudanças de atitude no dia a dia que vão potencializar os princípios adquiridos durante as sessões de RPG.

Outra forma de atuação é o Pilates. O Pilates é um ótimo Método para a reabilitação da Escoliose, pois ele age sobre o controle da postura e possui movimentos projetados que permitem que os praticantes mantenham a posição neutra da coluna vertebral. Desta forma, ele minimiza os movimentos musculares desnecessários, prevenindo a fadiga precoce e melhorando a estabilidade corporal.

Praticando o método Pilates, a criança adquire vários benefícios como a flexibilidade, o alinhamento postural e a coordenação motora, além de aumentar a força muscular que tem uma relação direta com o processo de reeducação postural.

O Pilates oferece uma grande variedade de exercícios, inteiramente adaptáveis às necessidades de todos os públicos, incluindo crianças. Mas como a técnica possui como um de seus princípios a concentração máxima do aluno, crianças muito pequenas, que não conseguem obviamente se concentrar por completo, não devem praticar os exercícios. Com um ganho um pouco mais da capacidade de foco, a técnica pode ser liberada para o público infantil, garantindo uma vasta quantidade de benefícios através do grande repertório de movimentos possíveis.

Curso sobre Pilates na Escoliose

Os benefícios da prática do Pilates ao paciente com escoliose são variados, mas o conhecimento prévio de algumas características da patologia é indispensável. Nesse curso sobre Pilates na Escoliose, você vai aprender o que é, como avaliar e como tratar um paciente com escoliose através do método Pilates. Clique aqui e saiba mais!


Comente:


Você não pode perder:

Entre no Grupo de Whastapp
100 Planos de Aulas + 100 atividades para Educação Física Escolar
800 atividades para Educação Física


Popular

Arquivo do blog