segunda-feira, 30 de junho de 2014

O ensino do voleibol na Educação Fisica Escolar




http://download.rj.gov.br/imagens/78/03/780363.jpg

A educação física na escola é a disciplina que os alunos normalmente mais gostam, pois eles se sentem livre fora do ambiente de sala. Neste momento o professor pode propiciar além do aprendizado, descontração, interação, entre outros. Porém deve estar atento aos valores, para que todos aprendam a ter o espírito da cooperação, no qual um ajude o outro incentivando a cada vez mais melhorar o desempenho da equipe, pois o voleibol é um esporte com grande potencial para desenvolver a socialização e espírito coletivo em seus praticantes. O contato direto com o adversário não existe, o que permite a interação entre as pessoas de diferentes faixas etárias na mesma equipe.

Saiba das últimas notícias do Voleibol

Visite o blog de Educação Física Escolar

O ensino do voleibol tem seus desafios por suas características de precisão e movimentação, pois ao receber a bola tem que haver uma resposta eficiente e tática. O objetivo do jogo é fazer com que a bola caia na quadra adversária, através de toque com as mãos por cima da rede. Com o saque a bola é colocada em jogo, cada equipe pode dar três toques, para não deixar a bola tocar seu próprio chão. O jogador não pode dar dois toques consecutivos, com exceção se estiver no bloqueio (BIZZOCHI, 2000). O esporte faz parte da história da humanidade desde os jogos olímpicos da antiguidade que tiveram início na Grécia. No entanto, muitos avanços são verificados ao analisar as competições atuais em que as mais diversas modalidades são prestigiadas pelo nível de performance dos atletas que influenciam as pessoas, independente da fase da vida, a buscar a prática esportiva. As aulas de educação física escolar possibilitam a iniciação ao esporte durante a infância e adolescência, inclusive a participação nos jogos escolares nos quais se observa a presença de competitividade.

Veja VIDEOS de VOLEIBOL

Veja FOTOS de VOLEIBOL
   Para a educação física e para seus profissionais, o desenvolvimento e o sucesso com o voleibol, dependem do comprometimento e da qualidade da sua prática pedagógica, que devem reconhecer a importância do jogo como um veículo para o desenvolvimento social, emocional e intelectual dos alunos.

    O professor tem a responsabilidade no aprendizado do aluno, devendo atuar como mediador, mostrando a real diferença entre os jogos competitivos e cooperativos, para saber qual o momento certo de aplicá-los. Os professores têm experiências variadas com os jogos competitivos, aliados no desenvolvimento dos indivíduos, favorecendo e melhorando suas potencialidades, porém poucos procuram uma alternativa com os jogos cooperativos que proporciona o bem estar, prazer e qualidade de vida. É preciso divulgar e estabelecer as regras visando o aprendizado.

Fonte


Comente:


Você não pode perder:

500 jogos e brincadeiras
Aprenda Planejar Aulas de Educação Física
Atividades Físicas de Alunos Especiais


Popular

Arquivo do blog