segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Atividades aquáticas recreativas






A água é essencial para manutenção e preservação da saúde, além de se tornar importantíssima nos hábitos de higiene e cuidados pessoais. A água está presente no nosso dia a dia, nos alimentos e preparo deles, é hoje uma das maiores fonte de geração de energia elétrica, sem a qual torna-se impossível viver em nossa sociedade atual. Em alguns casos ele é nossa fonte de renda, e também o nosso trabalho.

Na hidroginástica, natação, recreação aquática, o contato com a água torna-se divertida, nela adquirimos uma nova percepção do nosso corpo, onde sentimos ele mais leve, nossos músculos relaxam em contato com ela, nos proporcionado uma experiência totalmente nova.

Dentro da água muitas opções de brincadeiras nos são ofertadas, então, a recreação se faz presente, utilizando bexigas, bolas, objetos que flutuem ou não, entre outros adereços podemos realizar diversas atividades.

O verão está ai! Mas também não só no verão temos a possibilidade de utilizar trabalhos nesses espaços, hoje há investimentos em ambientes climatizados para a realização de atividades com água, pois, atualmente uma grande parcela dos espaços de lazer como parques aquáticos, acampamentos, colônia de férias, hotéis, resorts há ambientes com água!

Confira algumas atividades para serem realizadas

Dentro Ou Fora Do Arco?
Materiais: Arcos ou Bambolês

Descrição: É distribuído vários arcos ao grupo, o recreador ordenará que se permaneça no arco um número X de participantes, lembrando que o recreador não deve estipular como os participantes devem se posicionar no arco (dentro ou fora).A cada número dito, tirasse um arco, até que fique apenas um. Essa dinâmica irá causar um “debate” sobre como todos irão se posicionar ao mesmo tempo no arco. Ao final, peça para todos ficarem fora do arco, e segurando o mesmo. Dará uma bela foto.

O Feitiço Virou Contra O Feitiçeiro
Materiais: Não há necessidade

Descrição: Em grupos. Peça para cada grupo escolher uma atividade e um grupo para executá-la, e devem explicar como realizá-la. Após todos os grupos explicarem suas respectivas atividades e escolher os grupos. O recreador, irá dizer o nome da atividade: “o feitiço virou contra o feiticeiro”. E nesse momento, cada grupo terá que realizar a atividade que desenvolveu para o outro grupo.

Procurando Nemo
Materiais: Não há necessidade

Descrição: Dois participantes formam uma casinha (segurando um nas mãos do outro) e um 3o fica no meio, entre a casinha, este será o Nemo. Não será feito um número exato de casinhas, ou seja, alguns alunos ficarão fora das casinhas. Assim que o recreador falar: "Nemo procura casa", os que estão dentro das casinhas (Nemos) terão que trocar de casa e os que estavam sem casa tem que procurar alguma.
Variações: O recreador pode falar: "Procurando Nemo". Nesse momento os Nemos ficam parados e as casinhas trocam de Nemo. Quando o professor falar TSUNAMI, toda mundo troca de lugar. Nemo vira casa, casa vira Nemo, trocam-se os trios.

Caça Aos Números
Materiais: Números de E.V.A

Descrição: Distribua vários números de E.V.A no centro da piscina. Realiza-se uma conta de somar, subtrair, multiplicar (dependendo da faixa etária do grupo). Cada dupla terá uma numeração, ao comando do recreador, a dupla selecionada sairá para buscar o resultado, vence quem mostrar primeiro e com o resultado certo.

Bob Esponja
Materiais: Esponja

Descrição: É um jogo de estafetas. O grupo é dividido em equipes, sendo-as dispostas em colunas. O primeiro jogador deverá estar com uma esponja na mão, posicionado de frente de um balde que estará na borda da piscina. Ao sinal do recreador, o jogador levará a esponja molhada até o balde, apertando-a e desejando toda a água nela contida. Passa-se a esponja para o próximo jogador, e assim sucessivamente.

Variações: A mesma dinâmica, só que troque a esponja por: copos, copos furados, camiseta ou colete no corpo, meias.

Busca Submarina
Materiais: Tiras de Tecido TNT + Elástico

Descrição: Todos devem colocar sua faixa de TNT (que será seu rabinho) no pulso, com elásticos para segurar. Os alunos devem estar afastados uns dos outros e ao sinal devem tentar tomar para si o rabinho dos outros. O participante que perder o seu tem ainda direito de tentar pegar o do outro para que a brincadeira não tome muito tempo.

Variações: Todos contra todos. Equipes contra equipes. Aquele que pegar o do outro e se tiver perdido o seu, pode recolocar o rabinho que "roubou". Pode-se também contar pontos: Quem roubar mais rabinhos vence o jogo.

E nunca esqueça: “se você pode sonhar, pode fazer” (Walt Disney).

Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO


Comente:


Você não pode perder:

500 jogos e brincadeiras
Aprenda Planejar Aulas de Educação Física
Atividades Físicas de Alunos Especiais


Popular

Arquivo do blog