segunda-feira, 29 de julho de 2013

Educação física Escolar e desenvolvimento fisico do aluno





Diariamente percebemos uma situação muito comum na escola: a aula acaba, o professor de Educação Física chega à sala, os alunos comemoram, pois estão indo para uma aula diferente das outras, é hora de brincar, de correr, gritar e se divertir. Mas a final o que seria essa aula tão esperada por todos os alunos?

Durante muito tempo, estudiosos desta área vêm discutindo qual seria a melhor definição.

Pensou-se em "Educação do Físico". Contudo ela não se limita apenas na educação do corpo físico, músculos e ossos. Os profissionais envolvidos nestes estudos acreditaram que esta definição negava valores importantes, como o respeito, a moral, a ética, a cidadania, entre outros. Então não seria correto utilizar esta. Pesquisaram muito mais, propôs então "Educação pelo Físico", realmente nesta disciplina ocorre o desenvolvimento educacional do aluno, embora ainda não fosse à melhor opção, pois não seria somente o físico o responsável pela educação, seria também importante a capacidade de raciocínio que ocorre no momento da atividade física.

Passaram-se anos e anos, muitas idéias surgiram mais nada que pudéssemos parar e levar em consideração. Foi ai que criaram a "Educação Física" que atualmente possui como objetivo o corpo em movimento, interage nesta disciplina o corpo em sua totalidade, incluindo aspectos culturais, sociais, psicológicos e biológicos.

Como assim, o corpo em sua totalidade?

Durante a aula de Educação Física, seje ela como for, o aluno irá se movimentar, portanto o professor não observará e avaliará o aluno se o movimento está sendo executado corretamente ou não, um dos primeiros aspectos a ser analisado é a motivação destes pela aula, podendo assim saber se esta atividade se adéqua a necessidade e, principalmente, se algum aluno aparenta estar com algum problema, seja este na sua aula, em outra disciplina, na escola ou até mesmo em casa no qual possa estar atrapalhando o processo ensino-aprendizagem.

Como vocês devem estar percebendo o professor de Educação Física pensa no total em que o aluno representa. Por isso cabe ao professor planejar sua aula levando em consideração a bagagem traga pela criança (aspectos culturais), reação do grupo diante a atividade (aspecto social), procurando respeitar cada aluno como um ser diferente, cada qual com suas limitações e particularidades (aspectos biológicos) e sempre estimulando para que os alunos queiram aprender mais e mais com as aulas de Educação Física (aspectos psicológicos), lembrando sempre que tais aspectos devem estar sempre em sintonia, pois a aula que muitos acreditam que é perca de tempo, não é tão simples como imaginado.


Comente:


Você não pode perder:

500 jogos e brincadeiras
Aprenda Planejar Aulas de Educação Física
Atividades Físicas de Alunos Especiais


Popular

Arquivo do blog