Artes Marciais para Crianças








Olá, eu sou a Dani e esse texto fala sobre Artes Marciais para Crianças. Antes de começar a lê-lo, siga o blog nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter. Você também pode entrar nos grupos de Whatsapp ou no grupo do Telegram . Agora, vamos à leitura!


Como as Artes Marciais Ajudam no Desenvolvimento Infantil

As referências mudam com o tempo. Portanto, já passou o tempo em que praticar arte marcial era associado a uma atitude de gente adulta.

Atualmente,  os tatames são ocupados por um público bem eclético, inclusive por crianças. Para os pequenos as artes marciais são especialmente benéficas. É uma forma dinâmica de despertar o interesse pela atividade física, algo que ainda não é totalmente apreciado por este público.

Geralmente são aplicados exercícios lúdicos para que as aulas sejam prazerosas, pois o que criança gosta mesmo é de brincar. O treino bem adaptado a essa faixa etária não perde nada em sua essência, pois as brincadeiras são programadas para desenvolver as técnicas de forma indireta. A sensação é de estar brincando, mas cada brincadeira tem uma função específica que pode ser a habilidade de esquivar, saltar, chutar alto, socar, rolar, etc.

Os diferentes tipos de artes marciais

Se quiséssemos destacar todas as artes marciais não haveria espaço o suficiente para ressaltar cada uma delas, sendo que há pelo mundo um mínimo de 75 artes marciais diferentes em separadas em diferentes países, havendo muitos países como, por exemplo, o Japão onde há muitos estilos diferentes da mesma arte marcial (Karate, Ninjutsu, Aikido são exemplos de artes marciais onde há diversos estilos dentro da mesma arte marcial, demonstrando entendimentos diversos sobre o mesmo assunto) pela simples variação de ideologia tribal ou geografia do local onde fora criada.

Tomamos a liberdade de destacar algumas poucas artes diferenciando rapidamente uma das outras e o que esperar de tal quando colocar uma criança para praticar tal arte marcial/esporte:

Boxe ou pugilismo (Inglaterra)

 É considerado apenas como um esporte. Seus participantes usam apenas os punhos, tanto para a defesa quanto para o ataque, sendo basicamente 06 movimentações que, quando trabalhadas de forma correta e arduamente se tornam muito eficazes para o desenvolvimento coordenativo da criança, movimentação, velocidade de reação e capacidade cardiorrespiratória.

Taekwondo (Coréia)

É considerada uma arte marcial e um esporte, pois seu desenvolvimento vai além da parte física dos participantes, havendo também uma série de regras e ensinamentos a serem seguidos e também cultivados dentro e fora do local de treinamento.

Esta arte marcial utiliza sua parte de movimentação majoritária os pés para desferir golpes potentes no oponente com intuito de atingir alvos determinados dos quais contam com pontuações pré-determinadas.

Em consequência, a criança desenvolve uma maior capacidade mental devido às estratégias de luta, aumenta sua capacidade cardiorrespiratória, agilidade e coordenação com os pés e com as mãos e desenvolvimento de sua memória, com o treinamento dos chamados “poomsae” que são formas pré-estabelecidas de movimentações básicas.

Judo (Japão)

Esta arte marcial tornou-se um esporte olímpico e seu criador desenvolveu um sistema de graduação por cores de faixas, usados praticamente em todas as artes marciais orientais.

É um sistema de luta que passou por um declínio (assim como todas as artes marciais na Era Meiji) e foi criado quando ouve a proibição do porte das espadas samurai (katana).  O objetivo é projetar o oponente, propiciando uma queda que, por sua vez, somam pontos que levam a vitória.

Além disso, desenvolve estratégia, força física, mental e espiritual, tendo a disciplina e obediência como parte fundamental em seu desenvolvimento.

Kung-fu (China)

Sua tradução significa literalmente “trabalho duro” e é uma arte marcial que possui muitas variações de estilos e seus movimentos se baseiam em características analisadas em diversos animais como, por exemplo, garça, garra de águia, tigre branco.

Independente do estilo escolhido o controle mental através do treinamento físico árduo é muito frisado. A criança desenvolverá, em pouco tempo, disciplina mental e espiritual assim como resistência física e valores atrelados a essa arte marcial milenar.

Muay Thay (Tailândia)

 É uma arte marcial e também um esporte. Desenvolvido para repelir invasores de suas aldeias, o muay thay também é conhecido como a “arte das oito armas” onde são usados os punhos, cotovelos, joelhos e canelas para combinarem ataques e defesas dentro do combate.

Há algumas variações nos estilos de muay thay, porém o mais difundido é o estilo “americanizado”, onde algumas formas tradicionais foram deixadas de lado para dar espaço ao treinamento intenso para competições.

A criança desenvolve resistência cardiorrespiratória, coordenação motora, velocidade de reação e também resistência física.

Jiu-Jitsu Brasileiro (Brasil)

É considerado tanto uma arte marcial como um esporte, onde sua tradução significa literalmente “arte suave”. Derivou da arte marcial japonesa Jujutsu onde se faz o uso de alavancas para imobilizar os oponentes (muitas das vezes, maiores e mais pesados) numa luta que se passa estritamente no chão.

Desenvolve estratégia, coordenação motora, resistência física e força assim como capacidade cardiorrespiratória.


Mais do que assimilar golpes, as lutas ajudam no desenvolvimento da coordenação motora, lateralidade e equilíbrio, além de prevenir e combater a obesidade. Professores e pais relatam melhoria no desempenho escolar da criança que pratica uma luta. O aumento da autoestima e da segurança também estão entre os ganhos frequentemente mencionados.

Portanto, a luta é mais uma opção, até mesmo na Educação Física Escolar, para as crianças praticarem atividade física!

Publicado em 15/0115 e revisado em 20/10/20


Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder:

Entre no Grupo de Whastapp
100 Planos de Aulas + 100 atividades para Educação Física Escolar
800 atividades para Educação Física


Artes Marciais para Crianças Artes Marciais para Crianças Reviewed by Dani Souto EF on 04:25 Rating: 5

Curta e Siga em Rede Sociais