segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Dança na Escola - com plano de aula!







Dançar é uma das maneiras mais divertidas e adequadas para ensinar, na prática, todo o potencial de expressão do corpo humano. Enquanto mexem o tronco, as pernas e os braços, os alunos aprendem sobre o desenvolvimento físico. Introduzir a dança na escola equivale a um tipo de alfabetização. "É um ótimo recurso para desenvolver uma linguagem diferente da fala e da escrita, aumentar a sociabilidade do grupo e quebrar a timidez. 

Dança na escola não é a arte do espetáculo, é educação através da arte. A dança tem suma importância para alcançar os objetivos da Educação, um deles sendo o desenvolvimento dos aspectos afetivo e social, portanto esta prática propicia ao aluno grandes mudanças internas e externas, no que se refere ao seu comportamento, na forma de se expressar e pensar.

Por volta dos 10 anos, a criança sedentária pode apresentar encurtamento de alguns músculos, o que provoca tensão. Esse estado tira o corpo da postura vertical, fundamental para que os sentidos (visão, audição etc.) funcionem bem e para manter a concentração inclusive nas aulas. Fique atento: nos garotos, as evidências mais comuns do encurtamento dos músculos são o corpo jogado para trás, a coluna curvada ao sentar e as pernas abertas quando estão parados em pé. Já nas meninas, um corpo mal-educado se revela pelo abdome saliente, o bumbum empinado para trás e os ombros contraídos. Em ambos, pescoço tenso, coluna pouco ereta e desinteresse por esportes são motivos para deixar pais e educadores alertas. Passos de dança e o alongamento contribuem para evitar a tensão.

Exemplo de plano de aula usando o filme "Vem dançar"

Introdução
O protagonista desta história, vivido pelo ator espanhol Antonio Banderas, é um dançarino de salão profissional na cidade de Nova York que dá aulas de dança como voluntário numa escola pública. Lá ele enfrenta a resistência dos alunos, amantes do hip-hop. Desse embate, surgem novas formas de expressão. Para a professora Joice Mayumi Nozaki, da EMEF Professor Mario Marques de Oliveira, na capital paulista, além de trabalhar a questão técnica, o filme é interessante para quebrar o receio que a dança causa. "Os alunos podem ver que é possível se abrir para novos conhecimentos e para a criação nessa área."

Objetivo
Compreender a dança como atividade física e ampliar as possibilidades de criação nessa área.

Conteúdos
Elementos básicos da dança e variações rítmicas.

Trechos selecionados
Quando o professor vê um aluno quebrando o carro da diretora, ele propõe fazer um trabalho com os alunos suspensos (25m59s a 31m30s). Trecho em que ele apresenta aos alunos a sua proposta, sugerindo que as dificuldades impostas pela realidade do cotidiano dentro e fora da escola podem ser superadas e eles "contraatacam" com seu hip-hop (32m12s a 31m30s).

Atividade
Exiba as cenas e peça que reflitam se é possível identificar no filme elementos relacionados à expressão corporal já trabalhados nas aulas. Pergunte também se os jovens mostrados no filme têm dificuldade com a dança e se as atitudes dos alunos do filme são parecidas com a da turma. Peça então para àqueles que já conhecem dança que demonstrem o que sabem e estimule que os outros repitam.

Avaliação
Analisar as relações estabelecidas pelos alunos entre as cenas do filme e as aulas de Educação Física e avaliar o interesse deles segundo a participação na atividade de dança.

Professora Joice Mayumi Nozaki - professora da EMEF Professor Mario Marques de Oliveira


Comente:


Você não pode perder:

Entre no Grupo de Whastapp
100 Planos de Aulas + 100 atividades para Educação Física Escolar
800 atividades para Educação Física


Popular

Arquivo do blog