A criança e o desenvolvimento do futsal








A pratica do futsal  com esporte-aprendizado requer determinadas condições físicas e educativas.

 No futsal o desenvolvimento motor e de habilidades são complexas, pois os fundamentos do futsal que são mais de 10 tipo.

O programa de treinamento tem que ser rico em pequenos jogos de competição de curta duração, de pequena organização, de ligeiro formalismo, que favoreça á criança um clima facilitador da demonstração da aprendizagem conseguida em período de curtas atividades e que podem assumir as características  de jogo-treino e provas combinadas.

Á medida que a criança cresce, ela apresenta melhora e aperfeiçoamento das habilidades motoras e, mas habilidade dos fundamentos do futsal como nas atividades sociais e intelectuais.

O desenvolvimento da qualidade física-social estar diretamente relacionada com a quantidade e variedade de experiências vividas pela criança. A criança tem o tempo certo para adquiri esta maturidade.

 

INICIAÇAO AO FUTSAL

Vamos dividir em três grupo:

1-      De 6 a 10 anos.

2-      De 11 a 13 anos.

3-      De 14 a 17 anos.

GRUPO 1 – 6 a 10 ANOS.

 As aulas devem ser através da combinação de exercícios com bola e pequenos jogo formativos, que se tornarão cada vez mais complexos, tanto em regras como em movimentos.

Esta idade é que as crianças desenvolveram uma fase de produtividade quando são aplicados diversos movimentos e situação de jogos que vão melhora sua coordenação motora e social.

Nesta fase os treinos devem ser de observação das características genética, e não haver preocupação com a especialização e / ou aprimoramento da qualidade. A plasticidade do movimento melhora à medida que a criança crescer.

A criança tem necessidade de auto-afimação, de consolidar sues sentimento de valor e segurança, precisa de atividades vigorosas e enérgicas, que proporcionem algumas dificuldades e complexidade na execução.

Com a consolidação dos movimentos (automatização) deve ter muito cuidado para o aprendizado dos gestos desportivos (fundamento do futsal) correto, a fim de se evitar perda de tempo com reaprendizagem deste gesto ensinados erradamente.

GRUPO 2 – 11 a 13 ANOS.

Aprendizagem dos fundamentos do futsal que é a técnica e a forma de jogo que é a tática do jogo. É o inicio da atividade competitiva.

Esta fase, se faz necessário de alguns ajuste e adaptações para enquadrar esse tipo de futsal aos padrões de desenvolvimento físico e psicológico das crianças. As competições devem ter o caráter formativo e de socialização.

 A competição entre crianças não deve ser apenas uma redução do tempo de jogo e o tamanho e peso da bola.

Os  objetivos, conteúdos e métodos devem diferenciar em muitos pontos de vista daqueles que convêm aos adultos.

Na competição o adulto valorizar o resultado, que associar a vitória com superioridade e a derrota com a inferioridade, a competição é tratada como um produto, onde o seu valor esta relacionada diretamente com o resultado.

Este tipo de mentalidade é prejudicial a criança, pois a exaltação pela vitória e a sensação de fracasso não e é bem assimilada pela criança que não possuir perfeito controle emocional, gerando perturbações.

A atividade da escolinha deve ter os objetivo, nos conteúdo das aulas, nos exercícios dos fundamentos e nos jogos que tenha a finalidade de integração físico-social e que venha facilitar aproximação e a confraternização dos integrantes das equipes  e que através da competição levada avante pelo motivação e com respeito aos adversários vencido ou vencedor na qual, mais que a vitória  no campo  desportivo deve prevalecer á vitória no terreno da disciplina, da lealdade do respeito das pessoas envolvidas na competição.

O ganhar ou perder será então, uma medida do seu progresso, que teve ou não e tem de ser aceito por todos e professor e o aluno com  os acontecimentos verificados campo esportivo e daí retirar as lições e no seu conjunto de professor e aluno, venha ser corrigidos e preparar para um nova atividade de futsal corrigindo os ponto fracos e otimizando os pontos forte.

GRUPO 3 – 13 a 17 ANOS.

Esta é a fase da especialização da modalidade escolhida no caso o futsal.

Nesta etapa, com o aumento da intelectualidade os alunos e a aplicação de nova concepção técnicas e táticas serão bem recebidos e assimilados, mais a coordenação piora e influi diretamente com a motivação.

Entrando na segunda etapa, que coincidir com a fase do estirão do crescimento, as capacidades físicas como força, velocidade, resistências devem ser treinadas de forma lúdicas.

As alterações físicas marcantes desta fase causam sensíveis instabilidades psíquicas, que é alimentada pela instabilidade hormonal.

O comportamento critica e o de questionar a autoridade, que até então era admitido e o desejo de autonomia e de responsabilidade própria passar para o primeiro plano.

A discordância entre o querer e o poder traz fortes conflitos dos alunos com o mundo adulto, também o distanciamento em relação os pais e treinadores,  uma crescente propensão de se apegar-se aos amigos da mesma idade.

A saída é o convívio social os professores, têm de usar a competência e o respeito mutua e com o direito democrático de dar opinião e a cooperação ativa dos alunos nas aulas.

Estas mudanças trás profunda transformação nos interesses pela pratica do futsal.

 

"A criança não é um adulto e miniatura. Criança é criança".

"Aprende-se o que se vive e vive o que se aprende".



Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui


Você não pode perder:

Entre no Grupo de Whastapp
100 Planos de Aulas + 100 atividades para Educação Física Escolar
800 atividades para Educação Física


A criança e o desenvolvimento do futsal A criança e o desenvolvimento do futsal Reviewed by Dani Souto on 06:55 Rating: 5

Curta e Siga em Rede Sociais