terça-feira, 17 de março de 2009

A utilização do jogo esportivo na Educação Física







A Educação Física está experimentando um amplo desenvolvimento nos diversos modos de praticar exercícios devido aos avanços da ciência, da tecnologia, da psicologia e da pedagogia e ao impacto dos Jogos Olímpicos da Era Moderna e à transformação do esporte em fenômeno sociocultural.
A influência exercida por esses fatores nos profissionais de Educação Física favoreceu o desenvolvimento de diversas correntes ou tendências pedagógicas, que se constituem em diferentes maneiras de entender a Educação Física. Por isso, temos que buscar um caminho que nos permita encontrar a pertinência da disciplina, independentemente dos modismos.

A partir das Olimpíadas da Era Moderna, o esporte tem tido uma poderosa difusão e influência na Educação Física. Vemos isso nos programas de Educação Física escolar: crianças de ensino fundamental já convivem com jogos como voleibol, basquetebol, futebol, entre outros. Esses programas despertam um elevado interesse nos alunos, constituindo um instrumento pedagógico de grande valor educativo.

Os jogos, em sua origem e desenvolvimento, estão estreitamente ligados às relações socioculturais, constituindo-se, assim, em um fenômeno histórico. Eles ocupam um lugar de destaque nas aulas, por sua contribuição ao desenvolvimento de uma juventude culta, vigorosa e saudável. Seu grande valor biológico e pedagógico está convertendo-os em um meio indispensável para a formação da personalidade dos nossos alunos. Eles também ajudam no desenvolvimento do organismo das crianças pela sua prática sistemática.

O caráter educacional dos jogos é muito importante nas aulas de Educação Física. Por meio deles, pode-se desenvolver qualidades e capacidades físicas e morais, representadas nas mais diversas situações que surgem nos jogos. Além disso, eles aumentar a motivação, o interesse e, com isso, a participação dos alunos nas aulas.

Com a realização de jogos nas aulas de Educação Física, além de aprimorarmos em nossos alunos as capacidades físicas necessárias para a sua prática, estaremos ajudando no seu desenvolvimento como cidadãos, pois o jogo nos possibilita trabalhar a disciplina, a honestidade, a colaboração e o companheirismo, pontos importantes na formação de nossos alunos.

O jogo também estimula o trabalho individual em prol do coletivo, o respeito às regras e o espírito de luta e participação.

O jogo não deve ser realizado somente pelo ato de jogar em si. A cada partida, devemos resgatar os pontos positivos e negativos da atividade para, assim, conversando com os nossos alunos, ajudarmos não só no seu desenvolvimento físico, mas no seu desenvolvimento integral.

Fonte: www.educacional.com.br

por Gilson Brun



Comente:


Você não pode perder:

500 jogos e brincadeiras
Aprenda Planejar Aulas de Educação Física
Atividades Físicas de Alunos Especiais


Popular

Arquivo do blog