sábado, 2 de fevereiro de 2008

Jogos cooperativos





Os jogos sempre estiveram associados à educação e a criança e sempre constituíram uma forma de atividade do ser humano. Os jogos recreiam e educam ao mesmo tempo.
Ao pesquisarmos ao longo da história encontramos que a relação entre o jogo e a educação são antigas, Gregos e Romanos já falavam da importância do jogo para educar a criança. Portanto, a partir do século XVIII que se expande a imagem da criança como ser distinto do adulto o brincar destaca-se como típico da idade.
As brincadeiras e jogos acompanham a criança pré-escolar e penetram nas instituições infantis criadas a partir de então. Nesse período da vida da criança, são relevantes todos os aspectos de sua formação, pois como ser bio-psico-social-cultural dá os passos definitivos para uma futura escolarização e sociabilidade adequadas como membro do grupo social que pertence.
Sua personalidade começa a consolidar-se: o autocontrole e a segurança interna começa a firmar-se.
Benjamin (1984), filósofo alemão nos mostra como a educação infantil deve levar em consideração o espírito alegre da criança, o seu jeito de ser, onde o aprendizado, como tudo, significa pela sua própria natureza, uma aventura e propõe o jogo como a principal atividade infantil para o seu desenvolvimento.
Sabemos que brincando a criança pode adentrar no mundo do adulto pela via da representação e da experimentação e o espaço da instituição (da escola) deve propiciar sempre estes momentos de trocas, de vida e interação.
Sendo assim, a escola deve pensar em propiciar os materiais necessários para que isso seja possível, e o professor deve ser o mediador, aquele que os seleciona, produz e organiza.
Piaget acredita que os materiais utilizados são de suma importância para facilitar a interação social e assim desenvolver, na troca das relações, o desenvolvimento afetivo e cognitivo nos diferentes estágios de desenvolvimento das crianças.
O tema "Jogos Cooperativos na Escola" foi escolhido como forma de apresentar como sistematizar a prática a partir de novos enfoques para educação no Ensino Fundamental, isto é, procurar algumas estratégias novas para poder trabalhar os jogos com as crianças

Arquivo Completo


 


Comente:


Você não pode perder:

500 jogos e brincadeiras
Aprenda Planejar Aulas de Educação Física
Atividades Físicas de Alunos Especiais


Popular

Arquivo do blog